Galeria
luxha
Desde 13/01/2010
Games




 




Web, câmera, ação!
Fonte: Revista Internet Business

Apostando na convergência das mídias, empresários da rede fazem programas de TV em busca de novos negócios

Os empreendedores da rede estão apostando na criação de programas de TV sobre Internet para abrir novos mercados, atrair consumidores, construir fidelizar marcas. A novidade segue a tendência da convergência dos meios, esperando, entre outras coisas, a expansão do uso do telefone celular, a popularização da banda larga e a chegada da TV digital. Grandes e pequenos estão apostando no glamour televisivo. Para o diretor da produtora iG Studios, Joca Guanaes, que em março lança a versão TV do site Babado, trata-se de uma questão de sobrevivência. "O iG já nasceu pensando em TV, acreditando na convergência das mídias", diz ele, que anuncia para breve a criação da rádio iG e a consolidação do nome Internet Group como um grupo de comunicação. Focado na vida de personalidades e em entretenimento, o primeiro programa a ir ao ar terá Astrid Fontenelle e Antonio Salomão como apresentadores. Inicialmente, a TV Babado será exibida no canal 21 ( Rede Bandeirantes - SP ), sendo veiculada mais adiante, como os demais programas, nacionalmente. No fim do ano passado, a empresa divulgou que mais de R$ 40 milhões seriam investidos em novos projetos em 2001. Os dois estúdios da iG, com cerca de 60 metros quadrados cada, contam com uma arquitetura futurista, mobiliário e iluminação modulares , concepção cenográfica baseada na transparência e na informalidade e uma acústica eficiente para suportar os ruídos da Rua Amauri, um dos pontos de badalação mais procurados de São Paulo, onde está a sede da empresa. Baseada tripé conteúdo, entretenimento e serviços, a TV iG terá ainda a versão do site jornalístico Último Segundo, prevista para ser lançada em maio, com a participação dos jornalistas Matinas Suzuki e Leão Serva. Ainda sem data, também haverá um novo programa sobre e-commerce, apresentado pelo próprio presidente do iG - Nizan Guanaes -, que abordará a venda de produtos e que pretende desmistificar a rede para o usuário. Toda comercialização de anúncios, patrocínios e apoio será feita pelo departamento comercial da Bandeirantes, sócia do iG.

Pioneiros

Mas há sites que já colocaram no ar seus primeiros programas. Lançado em novembro pela TV Record - RJ, o programa CliqueGanhe.com, do site BestLife (bestlife.com.br). Também aposta na interatividade. Apresentado aos sábados, ao vivo, às 11h30min, tem como principal atrativo um jogo de perguntas e respostas que pode ser respondido tanto por telefone quanto pela Internet. Na TV, ganha quem ligar primeiro e acertar a pergunta. No site, é preciso acertar todas as 10 questões antes dos demais concorrentes. Entre os prêmios, aparelhos de videocassete, DVDs, CDs, Hometheaters e camisetas. "Já recebemos 120 ligações por segundo. Somos capazes de atender de 10 a 15 ligações para cada quis", afirma o CEO do BestLife, Antonio Pedro de Aguiar Freire. Para bancar os custos da produção, o programa conta com patrocinadores como o provedor America Online. Freire diz que barateou a produção graças ao fato de as gravações serem feitas no auditório dos estúdios da TV Record, um dos mais bem equipados do Rio de Janeiro. Mesmo assim, custos de R$ 30 mil (valor médio por 30 minutos de exibição nesse horário) mais gastos com produção e gravações externas não são poucos para pequenos e médios sites que querem acompanhar a tão proclamada convergência interativa. Apesar de manter inicialmente uma expectativa mais "explosiva" para o negócio, Freire confirma que o público de TV ainda não está tão preparado para consumir os produtos online. "Esperávamos que dobrasse o ritmo de cadastros no Rio de Janeiro", diz ele, acrescentando que conseguiram, na verdade, um incremento da ordem de 10%. Segundo Freire, ainda assim vale a pena, mesmo que as mudanças não aconteçam na velocidade da Internet. "Temos uma média de 110 mil a 120 mil telespectadores, chegando a 220 mil no pico de audiência", diz ele, que já costura novas estratégias para atingir participantes em todos os estados. Para isso, o programa deverá ser transmitido também na Internet. "Temos algumas limitações, mas pode ser feito", afirma. Como o site BestLife tem atualmente 310 mil usuários cadastrados, Freire acredita que a exibição do programa na rede gere mais audiência do que na TV, além de atrair participantes fora do Rio de Janeiro. "Não adianta trazer usuários para o site se ele não entender o seu produto", comenta Freire, acrescentando que esse equívoco levou muitos empresários a gastarem dinheiro com anúncios milionários em veículos que não atingiam consumidores qualificados.

Fixação de Marca

Preocupada em conquistar novos mercados, a BRQ Informática, empresa de consultoria e desenvolvimento de tecnologia e-business, também foi mostrar a cara na TV. Em parceria com a produtora cinemar, lançou o programa Click, sempre pautado em temas que simplifiquem o uso da Web e apresentem as novas tecnologias do setor. Exibido quinta-feira à noite no canal 5 da Net e retransmitido na sexta-feira, o click conta com a apresentação da jornalista Maria Lúcia Priolli, além da participação de Ricardo Macedo Soares, gerente de marketing e vendas da BRQ, que comanda um bate-papo com executivos da área. Com 30 minutos de duração, o programa é patrocinado pela IBM, que banca todo o custo de produção - cerca de R$ 20 mil para os cinco primeiros programas, segundo Soares -, muito inferior aos da TV aberta, por ser transmitido pelo canal 5 da TV a cabo NET-RJ. "Também estamos no multishow, da NET", diz ele, salientando que inicialmente a intenção é divulgar a marca da empresa para empresários. "Queremos que ele vincule a nossa marca à tecnologia", argumenta. Com 12 programas contratados com a NET-RJ, o click poderá renovar o patrocínio com a IBM ou ter outros patrocinadores, além de novos modelos de comercialização. Voltado para o entretenimento, outro pioneiro a levar a Web para a telinha é o TV Lokau, do site de leilão de mesmo nome (lokau.com.br), exibido na rede TV, de terça a sábado, à 1h, com 30 minutos de duração. Com investimento inicial de R$ 500mil, o programa objetiva popularizar a Internet, construir marca, mostrar como funcionam os leilões na rede e ampliar o canal de distribuição para as empresas tradicionais, clientes do site. "Elas poderão mostrar o que fazem e que toda sua estrutura é real", afirma o presidente do Lokau, Cláudio Zohar, acrescentando que os usuários do site ganham mais confiança nos negócios online. Em formato descontraído, apresentado por Alexandra Marques e Simone Kliass, a TV Lokau fala de tecnologia, comportamento e consumo na Internet, sempre de maneira leve, para criar mais intimidade com o telespectador. Ao mesmo tempo, são exibidos o conteúdo de sites e a palavra de especialistas, que falam sobre tendências e negócios. A previsão de exibição é de um ano, e a comercialização é feita em parceria com a Rede TV, desde o patrocínio de quadros até a venda de espaços publicitários.

Vez do e-commerce

Pensando no médio empresário pontocom e dirigido para o consumidor final, o Achei o site!, do site de mesmo nome (acheiosite.com.br), é exibido a cada meia hora no home channel da NET, no Rio de Janeiro e em São Paulo, com previsão de estrear em mais 10 operadoras do sistema NET ainda este ano. Em cinco minutos , o programa fala sobre empresas virtuais de interesse para o assinante NET. "Nosso objetivo é servir de canal para outros sites", afirma o gerente de novos negócios do programa, João Ribeiro. Sites aliás que podem virar lojas reais, como a Adega do Bacalhau, localizada no BarraShopping, no Rio de Janeiro. Ribeiro conta que, inicialmente, sem nenhuma pretensão comercial, o site bacalhau.com.br conquistou rapidamente cerca de 450mil pageviews, o que levou a empresária Elizabeth Lamosa a abrir um negócio off-line. O modelo de comercialização do programa funciona com a venda dos minutos d




Home | Regras do site | Política de Privacidade | Central de dúvidas | Audiência | Anunciantes
Sala de imprensa | Fale conosco

BestLife ©, 2018,1999 - Todos os direitos reservados.
Melhor visualizado na resolução de 1024x768.